Projeto do IMAS compõe iniciativa do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB)

Atualizado: Jun 16

"LUDI-CIDADE: por uma São Luís amiga da criança" analisa a situação da qualidade urbana para as crianças de aglomerados subnormais da cidade.


O projeto do IMAS LUDI-CIDADE: por uma São Luís amiga da criança, de iniciativa da arquiteta Jana Lopes, compõe iniciativa do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) com a Fundação Bernard van Leer (FBvL), em parceria com a Federação Panamericana de Associações de Arquitetos (FPAA), a Agrupación Arquitectura y Niñez de América (ANDA), e o programa Architecture & Children da União Internacional de Arquitetos (UIA), em uma plataforma de ações de boas práticas relacionadas à Primeira Infância selecionadas em edital de chamada pública.


O Projeto LUDI-CIDADE: por uma São Luís amiga da criança resultou de pesquisa, desenvolvida pela professora, arquiteta e urbanista, MSc. Jana Miranda Mendes Lopes, com a colaboração dos estudantes de arquitetura e urbanismo Diego Victor Moreira Roland e Lya Rachell Pereira Costa, que começou numa extensão do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade CEUMA e foi continuado com o Instituto Maranhão Sustentável, em 2021.


Ao tentar definir se São Luís é uma cidade amiga da criança, notou-se a ausência de dados que explicitassem a situação da qualidade urbana para as crianças de aglomerados subnormais de São Luís. Desse modo, decidiu-se produzir dados próprios e gerar indicadores espaciais, tomando como recorte o entorno das escolas municipais de ensino infantil situadas em aglomerados.


Os dados foram levantados com o uso de imagens de satélite, disponibilizadas pelo Google Earth/Maps. A partir das medições, calculou-se os indicadores espaciais, que foram organizados em seis categorias: qualidade das calçadas; conforto e fruição; ambiência segura; segurança viária; qualidade dos pontos de ônibus e instalações para bicicleta.


O resultado dessa pesquisa foi transformado em artigo e em relatório-síntese, o qual será por nós apresentado a gestores públicos municipais de secretarias afins ao tema. Esse relatório, juntamente com o detalhamento da metodologia, também será entregue aos responsáveis de cada escola, para que eles possam monitorar a evolução dos indicadores e cobrar por políticas públicas para a primeira infância.


Mais sobre o Projeto: https://www.arbo.org.br/projeto/ludi-cidade-por-uma-sao-luis-amiga-da-crianca-9560



Sobre a autora:

Jana Lopes é professora, Arquiteta e Urbanista/ UFBA, MSc. em Planejamento e Desenvolvimento Urbano pelo Institut dUrbanisme de Paris associada do Instituto Maranhão Sustentável.

73 visualizações0 comentário